Como Encantar o Cliente: 12 Dicas Práticas Para Sua Empresa

As empresas estão competindo em um mercado cada vez mais acirrado e  as marcas disponíveis para o consumidor escolher aumenta em velocidade cada vez maior e para se destacar é preciso ser capaz de cativar o cliente.
O encantamento ocorre com uma série de boas práticas no relacionamento com o seu público e o ponto-chave para maravilhar seus clientes está em superar suas expectativas.
O vendedor deve se mostrar disponível e preocupado em resolver os problemas do consumidor muito mais do que apenas finalizar a venda.     O encantamento está relacionado à percepção de valor que o cliente tem sobre a marca não se resume apenas ao preço que foi pago e à solução que foi recebida.
Da propaganda ao pós-venda, o esforço deve ser total para garantir que aquela pessoa siga consumindo da sua empresa e recomende suas soluções.
Saiba a seguir como encantar o cliente com 12 dicas práticas e simples:

1. Conheça o Cliente

Não adianta oferecer diversas vantagens comerciais para o consumidor se, no fim, sua abordagem não é capaz de engajá-lo para a compra.
Por isso, é fundamental conhecer bem o seu cliente antes de partir para as estratégias que vão encantá-lo.
Apenas uma boa compreensão de quem é o público da empresa pode auxiliar a direcionar sua comunicação e atingir quem realmente importa.


2. Equipe

A primeira dica é melhorar a qualidade do seu atendimento e monitorar constantemente a sua equipe.
Um time bem treinado em relação à abordagem correta e que conhece as vantagens que pode oferecer para o consumidor, certamente, terá mais sucesso em suas negociações.
Fundamental também é a atenção também à moral da equipe, criando mecanismos para recompensar os esforços e, assim, manter todos os profissionais motivados e alinhados aos objetivos da companhia.


3. Ouça o Cliente

Mantenha um canal de relacionamento aberto com seu público para ter insights sobre seu comportamento antes e depois da compra.
Para ouvir a opinião do cliente, é possível ainda elaborar pesquisas pós-compra ou formulários de cadastro.
Esse é um instrumento e tanto para entender seu perfil e suas demandas.

4.Capacitação

Parte importante do cuidado com seus funcionários está em possibilitar capacitações para que eles cresçam junto com a empresa.
Ao investir em treinamentos você também está aplicando na própria companhia, que vai desfrutar de uma mão de obra especializada no futuro.
As capacitações ainda servem ao propósito de motivar os profissionais, que se sentem valorizados ao verem a organização investindo em sua educação.

5. Surpreenda 

Marcas que são capazes de surpreender saem na frente, pois apresentam sua oferta como uma solução além do que o consumidor procurava.
A surpresa pode vir na forma de uma condição comercial, um brinde ou um serviço de instalação gratuito.
As possibilidades são muitas. Basta olhar para dentro da empresa para encontrá-las.
Tudo depende do seu modelo de negócio e das necessidades do cliente que você identificou durante as pesquisas.

6. Parcerias

Uma boa forma de trazer credibilidade para sua marca é por meio da parceria com pessoas que têm influência junto ao seu público-alvo.
Ao contatar esses indivíduos para atuarem como embaixadores da empresa, você consegue pegar emprestado um pouco do carisma deles para os seus produtos e serviços.
Reúna um grupo de clientes frequentes e admiradores da sua empresa para criar uma verdadeira comunidade que vai defendê-la dentro e fora da internet.


7. Atendimento

Um atendimento excelente é fundamental para cativar.
Acompanhe de perto os setores de sua empresa para se certificar de que eles estão organizados no sentido de sempre oferecer um atendimento ágil e prestativo.

8. Agilidade

A falta de agilidade no atendimento é um erro que compromete a sua qualidade e afeta a reputação da empresa.
Não adianta entregar um produto impecável se o atraso é o preço a ser pago pelo alto padrão.
Na maioria das vezes é a falta organização e até mesmo a sobrecarga de alguns setores que faz com que as entregas demorem mais do que deveriam.

9. Atendimento Personalizado

O cliente deve ter a percepção durante o atendimento de que ele é especial para a empresa de alguma forma.
É fundamental proporcionar um ambiente agradável, além de ter uma equipe treinada para responder às suas demandas da melhor maneira possível.
O atendimento personalizado é o caminho óbvio e obrigatório para mostrar para o consumidor o quanto ele realmente importa para a sua marca.

 10. Postura

Na comunicação empresarial existe uma linha tênue entre o que é adequado ou não para uma comunicação institucional – ainda que descontraída.Tome cuidado para não ultrapassar essa barreira em suas ações de marketing, pois a marca não é uma pessoa nem um amigo do cliente.
É essencial que as ações estreitem o relacionamento com o consumidor sem apelar para uma intimidade forçada.

11. Pontualidade

Conforme a empresa expande os negócios e aumenta as demandas, muitas vezes, a pontualidade das entregas acaba sendo deixada de lado.
Esse é o erro que pode frustrar o cliente quanto às soluções oferecidas.
Pontualidade é premissa básica.


12. Alinhamento


É comum encontrarmos empresas que seguem com uma linha de comunicação totalmente desalinhada ao que a marca é de fato.
Lembre-se do que você aprendeu ouvindo seus clientes para garantir que a apresentação dos seus produtos ou serviços seja capaz de conversar com quem realmente é um consumidor em potencial.
A construção de uma personalidade para a marca precisa sempre considerar as expectativas do cliente para se apresentar com a comunicação mais adequada.

Conclusão

É mais importante do que nunca que as empresas criem formas de encantar a clientela para permanecerem relevantes no mercado.
Não importa se você atua na venda de produtos ou na prestação de serviços: ter um excelente atendimento se tornou fundamental para se destacar da concorrência e sua marca ser lembrada.
Faça bom uso dos avanços tecnológicos e estratégias de marketing para cuidar da qualidade das suas entregas.
Coloque em prática essas dicas e encante seus clientes, alavancando as vendas como consequência.