Como Usar O Balanço De Branco

 

O balanço de branco é um dos recursos mais poderosos na fotografia.
Ele possibilita ajustar as cores da imagem, fornecendo tonalidades mais naturais, esfriando ou aquecendo a foto.
Fotografias feitas no mesmo ambiente podem apresentar diferentes colorações e tonalidades.
A mesma árvore pode ficar mais verde em uma foto e uma flor ficar mais vermelha em outra, Isso acontece devido ao balanço de branco.
Através dele você consegue mexer na tonalidade da foto, escurecendo ou clareando as cores da imagem.
A diferença na tonalidade é o resultado da quantidade de luz que entra na câmera e em determinadas situações ela não distingue o que é branco no ambiente, distorcendo as cores.
A maioria das câmeras digitais e celulares possuem opções de balanço de branco como pré-ajustadas: auto, daylight, cloud, shade ,etc…
Um objeto fotografado reflete a luz do ambiente.
Se a luz é branca ou amarelada, isso interfere na imagem, produzindo uma cor que não é exatamente a original.
Geralmente, o branco pode aparecer mais azulado ou amarelado.
Até pessoas podem sair com um tom de pele mais amarelada devido à luz do ambiente ser incandescente.

Aprenda a controlar isso!

Ajustes No Balanço De Branco

A câmera geralmente já vem com o balanço de branco ajustado automaticamente.
Mas você pode configurar essa opção manualmente, tonalizando as cores para que fiquem mais autênticas.
Até as paredes também refletem as luzes e mudam as cores de uma foto.
O olho humano não capta isso, só se o contraste for muito grande, porque ele automaticamente ajusta essa diferença, mas na câmera isso não acontece.
Por isso, para obtermos fotos de produtos com qualidade profissional, o ajuste de branco é essencial.

Tonalidades de Luz

As lâmpadas incandescentes possuem tonalidade mais amarelada, é uma cor quente.
Já as lâmpadas fluorescentes são mais frias, brancas e com coloração levemente azulada.
Se essa coloração não for ajustada previamente na câmera vai interferir em suas fotografias.

Escala de Kelvin (k)

E quais as tonalidades que podemos trabalhar? Além das pré-ajustadas, contamos com a escala de Kelvin, onde você pode manualmente (geralmente através de um slider onde você corre pra direita “esfriando” a cor, ou para esquerda, “esquentado”, mas alguns equipamentos permitem somente a entrada do número da escala, alterar esse valor.


Balanço de Brancos

Ao fazer uma foto em um ambiente com luz fluorescente, tudo o que for branco no ambiente vai ficar com um tom levemente azulado. Se queremos fotografar algo branco, não queremos reflexos em azul.
O mesmo acontece com as lâmpadas incandescentes, tudo o que for branco ficará com um tom levemente amarelado.
Você pode alterar as cores utilizando programas específicos para correção e edição de imagens, mas fica mais fácil se você fizer esses ajustes no balanço de brancos antes de tirar a foto.
Ajustando os balanços de branco, tudo o que é branco permanecerá branco e as outras cores não sofrerão mudanças com a cor da luz ambiente, pois também serão ajustadas automaticamente.

Modos De Ajuste 

Você pode deixar no modo automático e a câmera faz o ajuste para você, porém o recomendado é que você aprenda a configurar manualmente, ajustando as cores e deixando – as mais brilhantes e naturais.
Para dias ensolarados, configure a opção luz solar. Assim, sua câmera não refletirá a luz quente do sol e fará uma foto bonita e brilhante, com as cores reais do ambiente e do assunto fotografado, ou ainda selecione por volta de 5000k.
Para dias nublados ou chuvosos, configure a opção dias nublados, obviamente.
Assim ela não interfere nos brancos, ou ainda, por volta de 6000k.
Você também pode ajustar suas configurações para lâmpadas incandescentes ou fluorescentes, tudo isso apenas selecionando o modo correto na câmera. É fácil e produz resultados muito satisfatórios.
Em algumas câmeras, todos esses ajustes são possíveis e você ainda pode ajustar a luz de flash e sombra indicando apenas a luz do local. Tudo isso interfere na produção de boas fotos.

 Existem várias técnicas tanto para ajudar no ajuste, quanto na correção.
Em seu manual vai estar descrito como você configura o balanço de branco personalizado e isso varia de marca para marca, e nem tanto de modelo para modelo.
Algumas câmeras “exigem” que você primeiro fotografe uma superfície para ajudá-la na calibragem, o ideal seria uma cartão cinza, mas você pode escolher uma superfície que seja completamente branca no ambiente que está fotografando, outras, que você diga que irá fazer o ajuste personalizado e depois fotografe a superfície, outros ainda, fazem a calibragem em tempo real.

Você precisa descobrir na sua câmera a melhor forma.

 

 

Atenção!

Câmeras e celulares diferentes possuem resultados diferentes, existem modelos onde o resultado é muito sutil, e essas mesmas câmeras possuem excelente resultado no modo automático de balanço de branco.
Já em outros celulares, o azul fica fortíssimo, indicando que neste caso, vale e muito fazer os testes pra descobrir os resultados.
É de suma importância fazer esse balanço de branco, o que economiza bastante tempo e trabalho na pós-produção das fotos. Fotografar em Raw facilita esse ajuste.
Tendo em mente a importância de saber até onde seu equipamento pode ser configurado, e também sempre calculando sua real necessidade, abre-se um mundo de possibilidades!