Como Vender Roupas No E-Commerce 


Vender roupas online é uma aventura emocionante, mas à qual você terá que se dedicar.
As roupas são um tipo de produto que vende bem em todas as épocas do ano e representa estilos de vida, é seu cartão de visitas, e a maioria de nós gosta de estar na moda.
O mercado não pára de crescer e cada vez mais pessoas procuram se diferenciar, evitando comprar as marcas mais conhecidas.
É hora de aprender a vender suas roupas online sem a necessidade de um grande investimento.
Hoje pode ser o grande dia para você começar a configurar a sua própria loja online de moda.

Siga os passos a seguir:

1. Você Venderá Roupas Novas ou Usadas?

Imagino que a sua ideia original era criar um e-commerce do zero para vender roupas novas online.
Portanto, é bom tirarmos dúvidas se devemos fazê-lo com roupas novas ou usadas.
A média mundial de descarte de roupas é de 5kg por ano.
Muito disso poderia ser reaproveitado.
No entanto, com a COVID-19 e devido às rígidas medidas sanitárias e de higiene, é difícil prever um bom futuro na hora de comprar roupas que um desconhecido já usou antes.
Ao menos neste momento de pandemia, vender roupas novas online parece ser a melhor ideia de negócio.

2. Que Tipo De Roupa Você Venderá?

Claramente, o termo "roupas" é muito amplo.
Portanto, aqui nos deparamos com 2 cenários:
Criar um comércio eletrônico para vender roupas online de todos os tipos.
Ou abra uma loja virtual onde você possa vender um tipo de roupa específico e assim focar em um nicho (roupas de ginástica, streetwear, roupas íntimas, etc).
A recomendação é: comece por se especializar em um nicho ou vestimenta.
Posteriormente, se o negócio começar a dar resultados, você poderá ampliá-lo e analisar se seus clientes gostariam de comprar roupas complementares em sua loja.
Quais são as roupas mais vendidas online?
Para mulheres: calças leggings e jeans, jaquetas e sapatos.
Para homens: jeans, camisetas, camisas, casacos e tênis esportivos.
Outra excelente opção no Brasil são roupas esportivas ou fitness.
A demanda brasileira é uma das maiores do mundo no segmento.

Confecção

Quando falamos sobre como vender roupas online ou qualquer outro produto, uma questão bastante comum é decidir se você vai cuidar de tudo ou delegar parte do processo a terceiros.
Faça a si mesmo as seguintes perguntas:

Contrato um fornecedor de roupas?

Prós
→ Você não terá que investir em máquinas ou equipamentos de fabricação, o que será dinheiro perdido se o negócio não progredir como você espera.
→ Você vai economizar o investimento em matérias-primas, como tecidos, ferramentas, etc.
Contras
→ O benefício de cada peça de roupa que você vende ao cliente final não será recebido na íntegra, devido às despesas anteriores do fornecedor.
→ Terá que escolher os designs com base nos critérios do seu fornecedor, isto limita você pode escolher a roupa ao seu gosto.

 

Fabricação própria?

Prós
→ O valor que seu cliente final paga pelas roupas será todo seu.
→ Você pode escolher as roupas que vende online para fazer você mesmo: serão os seus próprios designs.
Contras
→ Você deve começar com um capital suficiente para atender ao investimento em máquinas e ferramentas de fabricação.
→ A fabricação própria envolve ter um espaço físico: você pode ter que alugar um espaço físico (mesmo que a venda seja online).

Muitas pessoas que procuram vender roupas online, começam contando com um fornecedor.
Eles começam no "modo enxuto", para não investir muito no início e lançar seu próprio "e-commerce mínimo viável":

Dropshipping

Este sistema de vendas elimina tarefas como gerenciar estoques ou remessas, deixando isso para o próprio fabricante / fornecedor.
A chave é chegar a um acordo econômico e de compromisso entre ambas as partes.
Assim o “dropshipper” vai cuidar de todo este processo, para que tudo corra como o cliente espera: desde o momento da encomenda até chegar a casa do cliente.
É uma excelente opção se você não quer ter estoque e nem cuidar da logística.

3. Criação do seu próprio comércio eletrônico, sua vitrine na Internet!

É hora de você começar a trabalhar na Internet para vender suas roupas.
A criação de um e-commerce permitirá que seus clientes em potencial tenham uma "vitrine" onde poderão avaliar se suas roupas são o que procuram.
Você tem duas opções:

1-Contratar um profissional ou agência para projetar sua loja
O processo tradicional e mais lento geralmente é a compra de seu próprio domínio, serviço de hospedagem na web, contratação de um profissional ou agência para projetar seu site.

2- Utilizar uma plataforma com tudo integrado
Sabemos que começar seu próprio negócio envolve muitas e uma tarefas, principalmente no início.
Portanto, centralizar tudo em uma única plataforma, permite que você monte sua loja de moda do zero e com facilidade.
Você pode contratar esse serviço por preços realmente acessíveis, basta dar uma boa pesquisada.

4. Divulgação

Você acha que, porque as suas roupas são da mais alta qualidade, se venderão sozinhas? Não, não se venderão!
A promoção e o marketing de suas roupas são essenciais:


Redes sociais

Hoje em dia as redes sociais têm um grande peso e influência de compra para as pessoas e são essenciais para o sucesso dos comércios eletrônicos.

Público-Alvo

Compartilhe conteúdo, interaja com sua audiência e discuta as tendências da moda em torno das roupas que você vende.
Como a roupa é um produto visual, o Instagram é uma rede social que você deve incluir em sua estratégia de mídia social.
Seus futuros clientes vão adorar ver como suas roupas ficarão, inclusive combinadas com outros acessórios.

 Blog

Uma das estratégias para obter maior visibilidade na Internet é o SEO.
Ele é fundamental para seu blog se posicionar nas posições privilegiadas do mecanismo de busca para todas as dúvidas ou questionamentos que seu público fizer.
Destaque-se da imensidão de empresas que ainda continuam publicando apenas conteúdo promocional e comercial em seus blogs e  apenas falam sobre si mesmas.
Compartilhe conteúdo informativo, relevante e que agregue valor para eles.

Esses são os passos que você pode seguir e com os quais você pode começar com sua própria loja de roupas online.
Na teoria parece fácil, mas envolve muito trabalho e dedicação, porém é possível!
Acrescente grandes doses de entusiasmo, desejo e muito amor e os resultados virão naturalmente.